Acupuntura para tratar ansiedade

Acupuntura para tratar ansiedade

Coração acelerado, boca seca, vontade de chorar, roer as unhas e arrancar os cabelos. Estes são alguns dos sintomas percebidos por pessoas que sofrem de ansiedade. Este transtorno normalmente é resolvido com medicamentos alopáticos, porém existe uma solução alternativa. É possível fazer acupuntura para tratar ansiedade. Confira detalhes abaixo.

Uma doença chamada ansiedade

A ansiedade é considerada um gatilho para diversas outras doenças e, por este motivo, deve ser tratada antes que o problema se agrave. A medicina tradicional chinesa alega que os sintomas deste transtorno são sinal de desequilíbrio entre corpo, mente e espírito.

Diante deste fato, sugere-se acupuntura para tratar ansiedade. Ela é uma prática terapêutica que visa buscar o equilíbrio do corpo através de seus cinco elementos (fogo, metal, terra, madeira e água). Desta forma, é possível reestabelecer a harmonia perdida.

Quem nunca teve os sintomas de ansiedade citados acima?  Ela é uma situação até corriqueira diante do nosso dia a dia, principalmente frente a situações novas e imprevistas. É algo natural, porém, quando a intensidade da ansiedade é muito maior do que o problema que a estimulou, é importante entender que desta forma ela é prejudicial.

Imagine como exemplo uma mãe que se preocupa com seu filho quando ele sai de casa. Todas as mães amam seus descendentes e desejam protegê-los, porém a ansiedade que algumas delas sentem não é comum frente aos riscos que eles são expostos. Elas não conseguem ficar tranquilas enquanto o filho não retonar, mesmo quando não há motivo algum para este surto de preocupação.

Os cinco elementos

Acima nós comentamos sobre os cinco elementos. Eles são importantes para que se entenda como pode ser benéfica a acupuntura para tratar ansiedade.

Como já foi mencionado, o excesso de ansiedade é prejudicial. Ela pode provocar dificuldades para dormir, inquietação, cansaço, irritabilidade, problemas de concentração, tensão muscular e outros sintomas desagradáveis.

Estes sintomas comuns em quem está ansioso em demasia são sinal de desequilíbrio entre dois elementos: a água e o fogo. Sob a visão desta medicina, a ansiedade que se sente no coração é resultado do medo do rim. Como assim? Já iremos explicar.

Isto quer dizer que a pessoa sente medo e insegurança do futuro e este receio reflete na ansiedade. Para resolver o problema, é recomendável aumentar o elemento água. Ele tonificará o rim e acalmará o fogo do coração.

Assim, água e fogo entram em equilíbrio e a pessoa se sente menos ansiosa, com a mente e o corpo equilibrados. Os pontos do corpo que promovem esta harmonia estão localizados na região interna do antebraço, mais especificamente no punho. Também encontram-se no tornozelo e na fossa interna entre o pé e a perna.

Se no momento não for possível fazer acupuntura para tratar ansiedade, massagear estas regiões pode acalmar a mente por estabelecer harmonia entre os elementos.

Estudos comprovados de acupuntura na ansiedade

O psicólogo André Luiz Picolli realizou um estudo pela Universidade Federal do Paraná para comprovar a eficácia da acupuntura no tratamento de ansiedade. A pesquisa contempla um comparativo entre os métodos ocidentais (psicologia) e orientais (acupuntura).

Foram selecionados pontos no corpo de algumas pessoas, visando diminuir a ansiedade e restabelecer a energia do organismo. A partir da quarta sessão foi possível notar melhora significativa do paciente, sendo que a partir da sexta sessão houve alívio dos sintomas.

Sessões de acupuntura

Portanto, André provou que é benéfico fazer acupuntura para tratar ansiedade. As sessões devem ser realizadas semanalmente e para atingir um bom resultado são prescritas pelo menos dez sessões.

Esta quantidade mínima é necessária porque o restabelecimento do corpo é um processo contínuo e gradativo, especialmente se levarmos em conta que cada organismo tem um tempo para gerar sua resposta.

Porém, se a pessoa preferir, pode fazer acupuntura como medida preventiva, garantindo desta forma o equilíbrio do organismo e a energia em harmonia.

Alimentação adequada

Para potencializar os benefícios obtidos pela acupuntura, a pessoa em tratamento de ansiedade recebe a recomendação de fazer uma alimentação adequada. Ela serve como complemento da técnica e favorece o restabelecimento do equilíbrio.

A sugestão ao paciente é incluir na sua rotina de alimentação duas frutas vermelhas, lichia e pitanga, que são benéficas para o coração. Além disso, para tonificar o rim a dica é consumir com frequência determinadas sementes, como feijão e arroz preto.

Se a ideia é aumentar a quantidade do elemento água no organismo e diminuir o fogo no coração, a pedida também é beber bastante água. Estas precauções de comida e bebida tornam a mente menos inquieta.

Contraindicações

Como qualquer tratamento, existem contraindicações. Não são todas as pessoas que podem se valer da acupuntura para tratar ansiedade. As proibições se referem a quem tiver alguma infecção, tumores ou fizer uso de marca-passo.

Para estes indivíduos, a ansiedade deve ser aliviada com algum método que não utilize agulhas.

Também se prefere não utilizar a acupuntura naqueles casos onde a ansiedade ainda não é um diagnóstico confirmado ou em situações onde não foram feitas tentativas verdadeiras de aliviar o transtorno.  Nestes pacientes, a precaução evita que a acupuntura mascare ou altere sintomas que podem levar ao diagnóstico adequado.

Pede-se também que haja precaução no caso de idosos que desejam tratar ansiedade com acupuntura. Eles devem ser avaliados com atenção, para que a energia movimentada durante o tratamento não sobrecarregue seu organismo.

Além disso, a terapia é contraindicada para aquelas pessoas que têm medo de agulhas. Para elas, existem outros métodos que não seja acupuntura para tratar ansiedade.

Tratamentos alternativos para ansiedade

Se a pessoa não deseja tomar medicamentos nem fazer acupuntura para tratar ansiedade, outros métodos podem aliviar os sintomas.

A cromoterapia utiliza cores para tonificar determinados pontos e seus resultados são semelhantes àqueles obtidos pela técnica das agulhas. A cor azul tem efeito calmante, anestésico e refrescante. Ela também ajuda na redução de ansiedade, estresse e dor, podendo induzir ao relaxamento e até ao sono. Por isso, recomenda-se pintar as paredes do quarto com esta cor.

A acupuntura auricular, ou auriculoterapia, é uma técnica que estimula os pontos através de sementes que são inseridas na orelha do paciente. Ela apresenta bons resultados e, em uma pesquisa realizada por enfermeiras da Universidade de São Paulo, apresentou redução de 20% de ansiedade moderada e alta.

O shiatsu é um tipo de massagem que promove pressão nos canais por onde circula a energia vital (utilizados na acupuntura) e também há resultados de melhora na ansiedade. Há relaxamento, tonificação dos órgãos e equilíbrio entre os elementos. Portanto, é uma terapia semelhante à acupuntura para tratar ansiedade, sem a utilização de agulhas.

Todas as técnicas acima são derivadas da medicina chinesa e elas servem para devolver o equilíbrio ao corpo, através dos elementos água e fogo. Deve-se ter mais água e menos fogo para acalmar o coração e promover harmonia ente corpo, espírito e mente.

Por que tratar a ansiedade?

De nada adianta a nossa explanação sobre o tratamento de uma doença, se a pessoa não acreditar nos malefícios da doença. É preciso entender a gravidade que a ansiedade traz ao organismo, com prejuízos iminentes ao corpo se ela não for resolvida.

A ansiedade, se não for tratada, pode causar:

– aumento de peso, inclusive chegando à obesidade;

– incontrolável necessidade de comer, de forma compulsiva;

– roer unhas;

– arrancar fios de cabelo;

– dependência de drogas farmacêuticas, ilícitas ou alcoólicas;

– dor de cabeça frequente e forte;

– problemas no estômago;

– cansaço extremo;

– insônia;

– transtornos sexuais

– prejudicar a qualidade de vida, a autoestima e a saúde.

Para o psicólogo Alexandre Bez, especialista em ansiedade e síndrome do pânico na Universidade da Califórnia, a ansiedade é o pior dentre todos os males psicológicos.

É uma doença que acomete principalmente mulheres, pois elas sofrem mais com estresse, porém os homens também não estão imunes a este problema. Questões como finanças e o trabalho são os principais fatores que desencadeiam ansiedade neles.

A ansiedade, se não for tratada, pode causar outras doenças ao indivíduo, que poderão afetar tanto sua saúde física quanto mental. Confira abaixo algumas doenças que podem ser derivadas do não tratamento da ansiedade:

– gastrite

– úlcera

– colite

– aceleração dos batimentos cardíacos

– pressão alta

– enxaqueca

– alergias

Quando é a hora de tratar ansiedade?

Esta é uma pergunta que os ansiosos já devem ter feito a si mesmos. Você sabe quando é a hora de tratar ansiedade? Como diferenciar um sentimento normal do prejudicial?

A ansiedade deve ser tratada quando ela atrapalhar o andamento das atividades diárias. A pessoa até pode conseguir realizar suas funções, mas faz isto de maneira sofrida, difícil. Se isto acontecer frequentemente, é hora de procurar ajuda especializada.

O tratamento da ansiedade

Existem algumas dicas que podem aliviar a ansiedade, como:

– caminhar por trinta minutos com frequência

– dançar

– ouvir música

– estar preparado para desafios

– procurar ver sempre o lado bom das situações

– evitar ter pensamentos negativos

– ter um animal de estimação

Porém, para algumas pessoas é necessário fazer um tratamento médico. É aí que entra a acupuntura para tratar ansiedade, que foi explicada no texto que você acabou de ler. Se a indicação for medicina convencional, tudo bem. O que importa é tratar os sintomas e viver bem. Qualquer ajuda é bem-vinda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *